24 de dez de 2009

Feliz Natal ! E um Próspero 2010 ...



Neste Natal ! Aproveitemos a magnitude da onda verde,


para refletir sobre as ações do homem no meio ambiente.

Busquemos um mundo melhor , evitando desmatamentos,

poluições e segregações ao nosso planeta...

Afinal foi Deus quem nos presenteou com estas maravilhas...

Roguemos ao Papai Noel , que nos traga de presente,

menos corrupção ,e mais consciência

na gestão do nosso planeta...,

Paz, Harmonia, Qualidade de Vida ,Sabedoria e Prosperidade!!!

São direitos e buscas essênciais para todos...

FELIZ NATAL e um PRÓSPERO 2010 !!!

Hello Guys,


This Christmas! Let us take the magnitude of the green wave,

to reflect on the man's actions on the environment.

Seek a better world, avoiding deforestation,

segregation and pollution to our planet ...

After all it was God who gave us these wonders ...

Let us pray to Santa Claus, to come back from this,

less corruption and more aware

the management of our planet ...

Peace, Harmony, Healthy Lifestyles, Wisdom and Prosperity!

These rights and essentials to search all ...

MERRY CHRISTMAS AND A HAPPY 2010!

New Updates Blog Hardworld

17 de dez de 2009

Politicamente Correta !!! E_BOARD a primeira prancha 100% ecológica

Aproveitando a onda verde que vem quebrando nos sweels de toda midia nacional e internacional (COP15 - vide notícias)... nas ultimas semanas , nos do blog hardworld não poderiamos deixar de usufruir tambem deste grande tema .
Apresentamos a Vocês as... E-BOARDS


e-board, a primeira prancha 100% ecológica no mundo


um produto que veio revolucionar o mercado do surf

A e-board nada mais é do que uma prancha de surf, porém, totalmente ecologicamente correta, fabricada com materiais naturais, livres de emissão de gases ou resíduos que agridem a natureza, especialmente desenvolvidos para aplicação nas pranchas de surf. Estas características faz da e-board ser a primeira prancha ecológica do mundo, certificada pelas maiores empresas ambientais e apoiada pela Osklen Surfing, uma das marcas “beach culture” mais tradicionais do país.

A inovação partiu do engenheiro de materiais Daniel Aranha, ao perceber que cuidar do nosso Planeta não é mais uma tendência, e sim uma necessidade. Surfista desde pequeno e responsável pelo projeto, ele desenvolveu uma resina ecológica a base de água e, é no seu estúdio localizado na Vila Madalena, em São Paulo, que o shaper e designer, cria as e-boards.

O seu trabalho tem o conceito “custom hand made”. Além de o processo ser todo manual e artesanal, o atendimento é personalizado, e, melhor ainda, quando isso pode ser feito sem agredir o meio-ambiente”, comenta. A emissão de gases liberada pelas pranchas tradicionais fabricadas em PU e poliéster é enorme. Todo material usado nas pranchas tradicionais é derivado da extração do petróleo, gerando uma quantidade incalculável de gases liberados de CO2 na natureza.

Já os materiais utilizados na fabricação da e-board não dependem mais da extração de petróleo ou qualquer outra matéria-prima de origem mineral, e são todos orgânicos ou reciclados. Todo processo de fabricação é neutralizado através do programa ‘Carbono Social’, tudo certificado pela CANTORCO2e / GPSA, parceiras do projeto. Por isso, a e-board é considerada a primeira prancha do mundo a receber um selo carbon free.

Matéria-prima da e-board
Resina: especialmente formulada para pranchas, ela possui características mecânicas de resistência e flexibilidade superior as demais do mercado. Não tem cheiro. A sobra do processo de cura – secagem da resina - com o endurecedor é H2O. Resina com filtro de proteção UV para terardar os efeitos causados pelo sol.
Bloco: de EPS (poliestireno expandido) com a vantagem do uso de água para sua expansão e não solvente como os demais. Apenas 2% de sua massa são compostos de poliestireno, os 98% restantes são ar. Sua massa é 100% reciclável.
Longarina: em caixeta ou bambu, ambas têm o certificado de reflorestamento ambiental FSC.
Cor: a pigmentação e coloração da prancha utilizam bases naturais e orgânicas.

Vantagens
Mais leve e resistente, a e-board se diferencia das demais graças ao desenvolvimento de uma resina especial para esse fim. A capacidade de absorção de impactos da e-board é superior, e sua distribuição acontece na maior área possível. Não amarela e nem amassa com a mesma facilidade que as tradicionais. “O processo de envelhecimento do material é tão superior que não consideramos em seu tempo de vida útil o desgaste causado pela exposição ao sol, água salgada e outros agentes”, comenta Aranha, idealizador do projeto. As e-boards podem ser encomendadas em 6 modelos diferentes, entre eles: Pranchinhas, Fishboards e Old School, além dos pranchões Fun, Longboard e Stand Up Paddle.

Um projeto sustentável e social
O objetivo maior deste projeto desenvolvido pelo engenheiro e designer de pranchas de surf, Daniel Aranha, é viabilizar a fabricação de pranchas sem agredir o meio em que vivemos. Atualmente o mundo percebe a necessidade e a importância imediata de um comportamento consciente diante do meio ambiente. Por isso, a expertise hoje em dia, está em quem adapta, transforma ou cria produtos ecologicamente corretos em toda sua cadeia produtiva. Assim surgiu a idéia de desenvolver uma prancha com as mesmas características que as já existentes no mercado, mas com as vantagens de ter um ciclo de produção 100% sustentável. “Todo resíduo gerado na fabricação das pranchas é reciclado e vira material processado para ser incorporado ao asfalto na pavimentação de `vias verdes’, em um projeto inédito no Brasil”, explica Daniel. A e-board é um produto 100% reciclável e livre da ação de poluentes ou resíduos em sua fabricação. Toda cadeia produtiva é livre de sobras e desperdício, reduzindo o uso desnecessário de matéria-prima. Todo gasto gerado e oculto na fabricação da prancha - desde energia elétrica até a entrega da prancha ao cliente via transportadora - também é neutralizado pela CANTORCO2e / GPSA. Além disso, a cadeia produtiva da e-board também pratica os 3R’s, reduzindo, reaproveitando e reciclando o lixo. Quem compra uma e-board, além de ajudar a natureza, incentiva o trabalho social em comunidades carentes, que costuram as e-bags de tecido em lona PVC reciclável, e escolhe um projeto de proteção ambiental no qual a e-board faz uma doação a cada prancha comprada.
Ex.: Proteção dos biomas marinhos pela WWF – Brasil;
Campanha em defesa dos Tubarões pela Sea Shepherd;
Proteção e manutenção das praias e zonas litorâneas pela Surfrider Foundation;



Hoje a e-board é um produto autenticado e certificado pelo Instituto-e, organização não governamental, referência em certificações ambientais e como licenciado a Osklen Surfing. A reciclagem das pranchas e incorporação no asfalto é feita pela Greca Asfaltos e a neutralização de todo processo é feita pela CANTORCO2e / GPSA.

Para mais informações:
Assessoria Surfworks
Maria Carolina Balro
(11) 3031 0949 / 8321 8897
contato@swboards.com.br


Alice No Pais das Maravilhas



Previsto para estrear em março de 2010 o Filme  Alice de Walt Disney promete arrebentar a boca do balão.

Aproveite e confira o novo trailer de Alice no País das Maravilhas, um 3-D de aventura e fantasia, estrelado por Johnny Depp como o Chapeleiro Louco e Mia Wasikowska como  Alice já mais velha aos 19 anos , que volta ao mundo excêntrico, onde ela encontrou pela primeira vez quando ainda era uma garotinha, reunindo-se com seus amigos de infância: o Coelho Branco, Tweedledee e Tweedledum, o Ratão, a Caterpillar, e do Gato de Cheshire. Alice embarca em uma fantástica jornada para encontrar seu verdadeiro destino e no fim do reinado de terror controlada pela Red Queen (Helena Bonham Carter). Anne Hathaway


Com direção de Tim Burton ,o filme alice promete ser mais um sucesso de bilheteria para os estudios Waltdisney .

11 de dez de 2009

COMPENHAGUE COP 15 - entenda o que esta rolando nesta convenção.



Entenda a COP15
A COP-15 – Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima será realizada de 7 a 18 de dezembro de 2009, em Copenhague (Dinamarca). O evento é visto com expectativas em todo o mundo, tanto por governos quanto por empresas e organizações não governamentais e demais interessados nas informações sobre o clima do planeta. A pergunta que não quer calar é: Como o mundo vai resolver a ameaça do aquecimento global à sobrevivência da civilização humana.


De acordo com o 4º relatório do IPCC – Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, órgão que reúne os mais renomados cientistas especializados em clima do mundo, – publicado em 2007, a temperatura da Terra não pode aumentar mais do que 2º C, em relação à era pré-industrial, até o final deste século, ou as alterações climáticas sairão completamente do controle.
Para frear o avanço da temperatura, é necessário reduzir a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, já que são eles os responsáveis por reter mais calor na superfície terrestre. O ideal é que a quantidade de carbono não ultrapassasse os 350ppm, no entanto, já estamos em 387ppm e esse número cresce 2ppm por ano. Este é o principal tema da COP-15.
Diminuir a emissão de gases de efeito estufa implica modificações profundas no modelo de desenvolvimento econômico e social de cada país, com a redução do uso de combustíveis fósseis, a opção por matrizes energéticas mais limpas e renováveis, o fim do desmatamento e da devastação florestal e a mudança de nossos hábitos de consumo e estilos de vida. Por isso, até agora, os governos têm se mostrado bem menos dispostos a reduzir suas emissões de carbono do que deveriam.
No entanto, se os países não se comprometerem a mudar de atitude, o cenário pode ser desesperador.



Correremos um sério risco de ver:

- a floresta amazônica transformada em savana;

- rios com menor vazão e sem peixes;

- uma redução global drástica da produção de alimentos, que já está ocorrendo;

- o derretimento irreversível de geleiras;

- o aumento da elevação do nível do mar, que faria desaparecer cidades costeiras;

- a migração em massa de populações em regiões destruídas pelos eventos climáticos e

- o aumento de doenças tropicais como dengue e malária.

O que os países deverão negociar?
Ao contrário do que se possa imaginar, a COP-15 não deverá ser uma conferência limitada à fixação de metas relacionadas à redução de emissões dos gases causadores de efeito estufa. Em Copenhague, os países também deverão negociar como será feita a transferência de tecnologias dos países mais industrializados para aqueles que estão em desenvolvimento. Por que ela é necessária? Bem, é que as nações com menor desenvolvimento social possuem condições escassas para realizarem ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.
O financiamento é outro ponto provável em meio às discussões. Estima-se que os países desenvolvidos precisariam repassar cerca de US$ 160 bilhões por ano às nações em desenvolvimento.

A definição de como os países responsáveis pela manutenção das florestas em pé podem vir a ser recompensados (por aqueles que mais desmatam) também deverá estar em pauta. Ao mantê-las protegidas, essas nações evitam a emissão dos gases poluentes. Nesse sentido, as tendências dão conta da criação de um fundo internacional alimentado por contribuições voluntárias. Outra alternativa é a geração de créditos de carbono para serem negociados no mercado.

Obrigação e voluntários
Como o Protocolo de Kyoto, estabelecido em 1997, determinou metas obrigatórias de 5% de redução das emissões de gases de efeito estufa para a União Européia e mais 37 países industrializados (de 2008 a 2012), as nações em desenvolvimento, como Brasil, China e Índia não foram obrigadas a reduzir os poluentes que emitem. No entanto, seus representantes deverão ser cobrados a firmarem compromissos significativos em âmbito nacional, durante a COP-15.



Fontes: Eco-Desenvolvimento e Planeta Sustentável





6 de dez de 2009

Neste Verão Fotografe e Filme até de Baixo de Água...

O verão está chegando e a vontade de curtir cada segundo desta estação,faz com que a necessidade de registro destas emoções, seja cada vez mais capturadas por maquinas fotográfica e filmadoras.


Seja o surfe, o kitesurfe, o mergulho, a praia ou apenas uma piscininha, registrar os bons momentos do verão é sempre uma alegria. E agora você pode fazer isso fora e dentro d’água.

Selecionamos alguns equipamentos amadores de custo acessível , navegue também pela rede e encontre o seu. Tecnologia chegando até de baixo de água...



Máscara de mergulho 310 da LIQUID IMAGE incorpora gravadora de vídeo onboard, assim é possível gravar vídeo com mãos livres. Grava em alta qualidade e também tira fotos de 5Mpx de resolução e tudo isso mergulhando até 10 metros de profundidade.




           A mascara Liquid Image 310 é ideal para snorkeling, mergulho livre, mergulho e natação.


Olympus Stylus Tough 8000

Primo mais forte da família Olympus à prova d’água, a Tough 8000 resiste a profundidades de até 10 metros, quedas de 2 metros e temperaturas de menos 10°C. Com 12 megapixels, zoom óptico de 3,6x, gravador de vídeo, 24 modos de exposição, detector de rostos e de sorrisos, editor de imagens, estabilizador de imagens e tela LCD de 2,7 polegadas sensível ao toque, ela é excelente tanto para praticantes de esportes aquáticos como para praticantes de esportes de neve.


Panasonic Lumix TS1

Disponíveis em 4 cores, a Lumix TS1 resiste a mergulhos de até 3 metros, quedas de 1,5 metro e a poeira e areia. A primeira câmera à prova d’água da Panasonic chega ao Brasil com 12.1 megapixels de resolução, zoom óptico de 4,6x, detector de face, gravador de vídeo e tela LCD de 2,7 polegadas.

Preço sugerido: R$ 1.999


Fuji film Fine Pix Z33 WP


Multicolorida, a FinePix Z33 WP ganha no quesito praticidade com seus 10 simples botões e tela de 2,7 polegadas. Com 10 megapixels, zoom óptico de 3x, editor de imagens, gravador de vídeo e modo aquático, a câmera agüenta profundidades de até 3 metros.

Preço médio: R$ 999

28 de nov de 2009

Back to the 60´s 70´s and 80´s generation X




NATURAL WOOD


Buscando a união entre design e tecnologia, a Natural Wood


vem ao mercado brasileiro com uma proposta em Decks para Long Board,

através de Vitório Del'Acqua, tri-campeão brasileiro na modalidade

e entusiasta no esporte por longos anos.




Para que isso fosse possível, buscou-se parcerias

com empresas que desse suporte nas áreas química e têxtil,

com suprimentos em matérias primas de primeira linha.

Fatores primordiais para que o produto tenha qualidade

e projeção dentro do esporte.

Esta combinação permitiu reunir o avanço tecnológico

e o estilo clássico dos anos 60, proporcionando a cada dia



momentos inesquecíveis de lazer e descontração.





25 de nov de 2009

VEM AI A CAMPUS PARTY 2010 ...

Prepare seu computador, sua mochila e reserve na agenda a semana de 25 a 31 de janeiro de 2010! Mais uma vez a cidade de São Paulo vai receber milhares de internautas do Brasil e do mundo para participar da Campus Party, o principal ponto de encontro daqueles que cotidianamente usam as redes sociais para compartilhar conhecimento, trocar experiências e realizar todo tipo de atividades relacionadas à tecnologia, à cultura digital e ao entretenimento em rede. É o momento do encontro, em carne e osso, da Web 2.0, da Internet interativa.


Campus Party é considerado o maior evento de inovação tecnológica, Internet e entretenimento eletrônico em rede do mundo. Um encontro anual realizado desde 1997, que reúne, durante sete dias, milhares de participantes com seus computadores com a finalidade de compartilhar conhecimento, trocar experiências e realizar todo o tipo de atividades relacionadas a computadores, às comunicações e às novas tecnologias.
Os participantes da Campus Party mudam-se com seus computadores, malas e barracas para dentro das instalações do evento. Lá encontram uma completa infra-estrutura de serviços, lazer, higiene, segurança, alimentação e, principalmente, tecnologia. Durante uma semana a Campus Party transforma-se na casa de todos.


Participam do evento estudantes, professores, cientistas, jornalistas, pesquisadores, artistas, empresários e curiosos. A Campus Party é o ponto de encontro de todas as tribos que atuam nas redes sociais da Internet com as empresas e as administrações públicas.
É um público composto por líderes das redes sociais e comunidades on line extremamente ativas na sociedade em rede, com enorme poder de formar opinião e criar tendências. Um público de vanguarda, trendsetter, que antecipa o futuro da nova economia e os caminhos da tecnologia da informação.
Pela Campus Party já passaram convidados de destaque como Neil Alden Armstrong, o primeiro homem que pisou na Lua em 1969, Eveline Herfkens, coordenadora geral da Campanha dos Objetivos do Milênio das Nações Unidas, e Stephen Hawking, o grande físico britânico.
Após 12 edições na Espanha, a Campus Party iniciou em 2008 seu processo de internacionalização. E o Brasil foi o primeiro país escolhido para receber a maior festa mundial da internet.
Na última edição, realizada em janeiro de 2009, a Campus Party Brasil recebeu 6.655 campuseiros e mais de 118 mil visitantes da Área Expo e Lazer.


A Campus Party oferece 24 horas de atividades por dia, num espaço com quatro zonas temáticas, que abrangem temas que vão desde a criatividade digital à robótica. Durante uma semana, os campuseiros têm a oportunidade de participar de oficinas, palestras, demonstrações, concursos e outras atividades.
E, mais importante, de estarem inseridos num universo colaborativo e participativo, numa demonstração de que o conhecimento cresce quando compartilhado.

24 de nov de 2009

Polêmica !!! Stop the Global Warm - e-mails roubados tumultuam caminhos para o debate em Compenhagen.

E-mails roubados abrem polêmica sobre o clima


Computadores da Universidade East Anglia, no Reino Unido, foram invadidos e mais de mil e-mails e 3 mil documentos trocados entre cientistas do clima foram roubados, abrindo polêmica no mundo acadêmico a poucas semanas da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhagen.


O material, que revelaria uma suposta manipulação de dados para reforçar a tese do aquecimento global, está sendo usado por céticos para alertar que a necessidade de corte de emissões de CO2 não passaria de uma farsa planetária. Cientistas afirmam que o roubo faz parte de uma campanha para evitar um acordo climático.
Muitos dos e-mails roubados foram trocados entre cientistas que participaram do relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC). O documento, de 2007, foi o primeiro a confirmar que o aquecimento global é resultado da atividade humana. Phil Jones, que teve e-mails roubados, diz que palavras como "truque" e "esconder a queda" foram usadas fora de contexto pelos hackers.
Mas a polêmica já virou debate político. Lord Lawson, cético da mudança climática, pediu investigação e disse que a credibilidade da ciência está em jogo. O secretário-geral da Organização Mundial de Meteorologia (WMO, na sigla em inglês), Michel Jarraud, rejeitou a tese. "É lamentável que ainda traga impacto um rumor como esse." .

Por AE, Agencia Estado

FODIDO E XEROCADO !!! na contra mão da maré digital X.X.X



Quando dois amigos fotógrafos, loucos pela cena do Hardcore e PUNK ROCK, resolvem fazer um fanzine num pais como o Brasil ,
você logo imagina que a parada vair ser Fodida e Xerocada ...


O LIVRO
Fodido e Xerocado – Por Favor, Olhe Para Mim!

Na contramão de toda a maré digital que fez com que os fanzines praticamente sumissem de circulação, Fodido e Xerocado é resultado da compilação do registro fotográfico feito por Daigo Oliva e Mateus Mondini nos últimos anos. Inicialmente um fanzine de fotos de limitada tiragem e distribuído gratuitamente, a mesma idéia é agora apresentada em formato de livro, lançado pela Cospe Fogo Gravações em parceria com a Augusta Edições.

O Fodido e Xerocado é a forma que os dois fotógrafos criaram para juntar o que vivenciam de forma mais direta possível. Um fotozine que em cada edição reúne cerca de 20 fotos de bandas punks que, na maioria das vezes, usam de seu tempo e energia com a prática do faça você mesmo e passam por roubadas das mais variadas espécies, mantendo o punk vivo, onde quer que ele possa chegar. Com o crescimento da popularidade do fanzine e a urgência da documentação de imagens do punk no Brasil, o Fodido e Xerocado é lançado agora em formato de livro, com excelente qualidade e com mais de 100 imagens de bandas e pessoas que compõem um retrato da cena brasileira, especificamente em São Paulo.

Todo o choque e raiva que o punk deve demonstrar na sua essência estão marcados em Fodido e Xerocado. A espontaneidade e o clima quase sempre descontraídos estão registrados nos personagens fotografados. Quem acompanha e está presente nos rolês (e não atrás de um computador resmungando da vida) pode identificar nas fotos estas características e lembrar as histórias por trás de cada show. Elementos captados com fidelidade por quem está no olho do furacão do punk nacional. Nas fotos, são dezenas de bandas em ação: internacionais (como Gang of Four, Stooges, Discharge...), nacionais, veteranas (Cólera, Ratos de Porão, Olho Seco...) e novatas (Besta Fera, Arma Laranja, B.U.S.H...).

O ineditismo de Fodido e Xerocado nos faz pensar na importância das imagens na historiografia dos fenômenos da cultura pop. Um trabalho que, ao contrário do que acontece em países como EUA e Inglaterra, é pouco explorado no Brasil, ainda mais quando o assunto é o punk.


21 de nov de 2009

SUNGHA JUNG eita koreaninho ligeiro...



Com apenas 13 anos de idade o jovem sul Coreano SUNGHA JUNG , interpreta classicos do rock como se fosse um dinossauro.
Utilizando a tecnica dos dedos livres (fingerstyle) Sungha iniciou seu estudos musicais a apenas 3 anos ,depois de ver seu pai tocar algo no violão.
Sua rotina diária pode chegar até 5 horas de estudos musicais. Sungha busca os videos clipes na internet e apartir deles começa dar interpretação as suas musicas.
No inicio de 2009 fechou seu primeiro patrocinio com a Lakewood fabrica de instrumentos musicais.
O garoto agradeçe a Ulli Bogershausen por ter sido sua inspiração musical... outros astros do rock mundial ficam encantados ao verem o garoto tocar. Thomas Leeb escreveu no antigo violão de Sungha ,a frase
 " KEEP GROOVING MY FRIEND" .
Parece que a frase surtiu efeito pois o garoto não para de crescer na cena musical...
Sungha When you Come to Brasil???



19 de nov de 2009

Brasileiros se destacam no SLIDE FAST 2009

A quinta edição do Slide Fest, o campeonato de skate downhill slide, rolou na cidade de Poway, na Califórnia, sábado, dia 7, e contou com a presença massiva de brasileiros que garantiram as primeiras colocações.

Sergio Yuppie, conhecido como O Rei do Down Hill Slide, faturou o primeiro lugar na categoria Pro Class Slope Style (hard wheels) e o segundo na categoria Free Ride Event (soft wheels). Reine Oliveira, bicampeã brasileira e campeã no Canadá, foi à vencedora na categoria feminina.

O evento é de grande importância para os brasileiros, pois os três primeiros colocados garantem a Bolsa-Atleta Internacional, que é um valor pago mensalmente pelo governo brasileiro aos atletas.

http://www.youtube.com/watch?v=QL0pkUiivD0

Fonte www.setemagazine.com


18 de nov de 2009

DEUS MOTORCYCLES SWAP MEET

A DEUS CUSTOMS MOTORCYLES Agitará a  Australia nos proximos dia 21 de novembro e 12 de dezembro.
A fabrica customizadora de motocicletas une os segmentos  de motos ,surf e skate e realiza encontros para os publicos alvos ,tornando estes eventos muito bem frequentados pelo publico formador de opiniâo.
O primeiro evento o Inner most limits  completará 4 anos e sera realizado no proximo dia 21 de novembro , já o segundo evento o Deus vintage & retro surf market swap meet fica aganedado para dia 12 de dezembro de 2009.
maiores informações acesse o site da DEUS MOTORCYLES. http://www.deus.com.au/



Board Collector
Evento dedicado a explorar os shapers e pranchas, da época em que o mercado do surf sofreu uma maior   inovação "no design de pranchas, 1975-1985.

15 de nov de 2009

Um Cineasta Independente , relatando visões do Desing independente...

Objectified o mais novo documeratario do diretor  Gary Hustwit


Gary Hustwit é um cineasta independente baseado em Nova York e Londres. Ele produziu seis documentários recursos , incluindo I Am Trying To Break Your Heart, do premiado filme sobre a banda Wilco, Moog, o documentário sobre música eletrônica do pioneiro Robert Moog e Drive Well, Sleep Carefully, um filme sobre a turnê da banda Death Cab for Cutie. Hustwit trabalhou com o Selo de punk rock SST Records e no final da década de 1980, publicou seu livro por uma editora independente.
Hustwit fez sua estréia na direção com a Helvetica, que teve sua estréia mundial no South by Southwest Film Festival, em março de 2007, e desde então tem sido exibido em mais de 200 cidades em todo o mundo. Teve a sua estreia televisiva no Reino Unido na  BBC1, e foi transmitido nos Estados Unidos pela PBS, em janeiro de 2009. Hustwit foi indicado ao Independent Spirit 2008 "mais verdadeiro do que a Ficção" Prêmio concedito ao filme  Helvetica.


Objectified - A Documentary Film by Gary Hustwit from Selectism on Vimeo.

HISTÓRIA DA MEDALHA DE SÃO BENTO



Explicação do anvers


Nas antigas medalhas aparece, rodeando a figura do santo, este texto latino em frase inteira: Eius in obitu nostro presentia muniamur. "Que a hora de nossa morte, nos proteja tua presença". Nas medalhas atuais, freqüentemente desaparece a frase que é substituída por esta: Crux Sancti Patris Benedicti, ou todavia, mais simplesmente, pela inscrição: Sanctus Benedictus.

Explicação do reverso

• Em cada um dos quatro lados da cruz: C. S. P. B. Crux Sancti Patris Benedicti. Cruz do Santo Pai Bento

• Na vertical da cruz: C. S. S. M. L. Crux Sacra Sit Mihi Lux. Que a Santa Cruz seja minha luz

• Na horizontal da cruz: N. D. S. M. D. Non Draco Sit Mihi Dux. Que o demônio não seja o meu guia

• Começando pela parte superior, no sentido do relógio: V. R. S. Vade Retro Satana. Afasta-te Satanás - N. S. M. V. Non Suade Mihi Vana. Não me aconselhes coisas vãs - S. M. Q. L. Sunt Mala Quae Libas. É mau o que me ofereces - I. V. B. Ipse Venena Bibas. Bebe tu mesmo teu veneno

Na parte superior, em cima da cruz aparece a palavra PAX e nas mais antigas IESUS



~ História da medalha de São Bento ~


Sem dúvida a medalha de São Bento é uma das mais veneradas pelos fiéis. A ela se atribuem poder e remédio, seja contra certas enfermidades do homem e animais, ou contra os males que podem afetar o espírito, como as tentações do poder do mal. É freqüente também colocá-la nos cimentos de novos edifícios como garantia de segurança e bem-estar de seus moradores.

A origem desta medalha se fundamenta em uma verdade e experiência do cunho espiritual que aparece na vida de São Bento tal como a descreve o papa São Gregório no Livro II dos Diálogos. O pai dos monges usou com freqüência do sinal da cruz como sinal de salvação, de verdade, e purificação dos sentidos. São Bento quebrou o vaso que continha veneno com o sinal da cruz feito sobre ele. Quando os monges eram perturbados pelo maligno, o santo mandava que fizessem o sinal da cruz sobre seus corações. Uma cruz era o selo dos monges na carta de sua profissão quando não sabiam escrever. Tudo isso não faz mais que convidar seus discípulos a considerar a santa cruz como sinal benfeitor que simboliza a paixão salvadora do Senhor, porque se venceu o poder do mal e da morte.

A medalha tal como hoje a conhecemos, remonta ao século XII ou XIV ou talvez a uma época anterior de sua história. No século XVII, em Nattenberg, na Baviera, em um processo contra umas mulheres acusadas de bruxaria, elas reconheceram que nunca haviam podido influir malignamente contra o mosteiro beneditino de Metten porque estava protegido por uma cruz. Feitas, com curiosidade, investigações sobre essa cruz, descobriram que nas paredes do mosteiro estavam pintadas várias cruzes com algumas siglas misteriosas que não puderam ser decifradas. Continuando a investigação entre os códices da antiga biblioteca do mosteiro, foi encontrada a chave das misteriosas siglas em um livro do século XIV. Assim sendo, entre as figuras aparece uma de São Bento segurando com a mão direita uma cruz que continha parte do texto que se encontrava só em suas letras iniciais nas hastes das cruzes pintadas nas paredes do mosteiro de Metten, e na esquerda portava una bandeirola com a continuação do texto que completava todas as siglas até àquele momento misteriosas.

Muito mais tarde, já no século XX, foi encontrado outro desenho em um manuscrito do mosteiro de Wolfenbüttel representando um monge que se defende do mal, simbolizado numa mulher com uma cesta cheia de todas as seduções do mundo. O monge levanta contra ela uma cruz que contém a parte final do texto. É possível que a existência de tal crença religiosa não seja fruto do século XIV senão muito anterior.

O papa Clemente XIV, em março de 1742, aprovou o uso da medalha que havia sido tachada anteriormente, por alguns, de superstição. Dom Gueranger, liturgista e fundador da Congregação Beneditina de Solesmes, disse que o costume de a imagem de são Bento aparecer com a santa Cruz, confirma a força que esse poder obteve em suas mãos. A devoção dos fiéis e as muitas graças obtidas por ela é a melhor mostra de seu autêntico valor cristão.

11 de nov de 2009

O APAGÂO ! entre um boletim de radio e uma programação de televisão, tudo se tornou um BLACK OUT


Um problema em um dos dois sistemas de transmissão da estatal Furnas que trazem a energia da hidrelétrica binacional de Itaipu ao Brasil provocou o desligamento automático das turbinas da usina, o que resultou no apagão que atingiu os Estados da região Centro-Sul do País. "Quando as linhas de transmissão são desligadas, a usina tem um mecanismo automático que desliga as turbinas para problemas nos equipamentos", disse o assessor da diretoria-geral do Paraguai em Itaipu, Hector Richer Bécker.


O apagão ocorrido nesta terça-feira em diversas regiões do País não foi um problema de geração de energia, mas sim de transmissão, de acordo com o presidente da usina de Itaipu, Jorge Samek. Segundo ele, em entrevista à Globonews, esta é a primeira vez na história que Itaipu para totalmente de funcionar.
Pelo menos dez Estados foram afetados: Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo, além do Distrito Federal. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse que o problema ocorreu na hidrelétrica de Itaipu devido a uma falha das linhas abastecidas por Furnas. Sem energia, a usina foi desligada."Com absoluta certeza foi um vento forte que causou esse acidente", disse Samek, desta vez à rádio Jovem Pan. "Problemas climáticos são comuns. Ocorre que Itaipu tem uma representação muito grande (na geração de energia para o País). Essa é a única linha que não pode cair, mas problemas climáticos causaram essa avaria", afirmou Samek.
Segundo o presidente de Itaipu, 90% das termelétricas do País estão desligadas, já que os reservatórios das usinas hidrelétricas estão cheios. Mas algumas dessas usinas foram acionadas na noite desta terça-feira, devido ao problema com Itaipu.
Lobão negou que o apagão dessa noite tenha relação com o de 2001. "O sistema não é frágil, é o mais seguro do mundo. No apagão de 2001 não havia sistema interligado e havia ausência de linhas de transmissão. Hoje não, 98% das linhas são interligadas

8 de nov de 2009

Tocando por Mudanças ... na onda dos festivais...




Playing For Change Foundation (PFCF) tem como objetivo conectar o mundo através da música, providenciando local, instrumentos, programas educacionais, entre outros, para músicos em diferentes partes do mundo, além de apoiar projetos inspirados nas comunidades apresentadas no documentário Playing For Change.
A Fundação está construindo uma escola em Gugulethu na África do Sul, um gueto onde os jovens terão acesso a música, informação e tecnologia podendo assim transformar suas vidas através da música.
Em Dharamsala na Índia e em Kathmandu no Nepal, a Fundação está reconstruindo os centros para refugiados Tibetanos.
Em conjunto com o poeta sul africano Lesego Rampolokeng e Bobby Rodwell, a Fuandação trabalha na construção do Mehlo Arts Center em Johannesburgo na África do Sul. O centro de artes será uma escola para futuros escritores da área de Johannesburgo e Soweto.
A comunidade do The Playing For Change é formada por artistas e pessoas que resolveram unir-se através da música e assim teem a oportunidade de colaborar com pessoas da sua vizinhança e de outros pontos no mundo.

Abaixo, vídeo que conta com a participação dos músicos: Roger Ridley, Grandpa Elliott, Wahsboard Chaz, Twin Eagle Drum Group, Roberto Luti, (EUA), Clarence Bekker (Holanda), Francois Viguié (França),Cesar Pope (Brasil), Dimitri Dolganov (Russia), Geraldo & Dionisio (Venezuela), Junior Kissangwa Mbouta (Congo), Pokei Klaas, Sinamuya, Vusi Mahlasela (África do Sul), Django Degen (Espanha) e Steffano Tomaselli (Itália), cantando a música “Stand by Me” de Ben E. King.

7 de nov de 2009

Brasileiros Pagam valores a Mais na conta de Luz.


Ressarcir brasileiros pelo pagamento indevido de eletricidade é ato de justiça


Providências urgentes devem ser adotadas para corrigir em definitivo o problema e, sobretudo, para ressarcir aos consumidores os valores pagos a mais nas contas de luz em decorrência das inconsistências na metodologia que estabelece o cálculo da tarifa nos últimos sete anos.


Os cerca de sete bilhões de reais indevidamente transferidos às concessionárias distribuidoras de energia no período são recursos que fazem muita falta aos cidadãos, às famílias e às empresas.


Para se ter ideia do que esse volume de dinheiro significa, o valor é quase equivalente aos investimentos na construção da Hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira. Esta usina irá gerar 2.300 megawatts, o suficiente para abastecer uma cidade com 10 milhões de habitantes. Ou seja, a sociedade está pagando o que não deve a distribuidoras privadas de energia e, ao mesmo tempo, assiste à morosidade do aporte de recursos em obras fundamentais para o definitivo combate ao fantasma do apagão. Ademais, a população não pode ser prejudicada, em hipótese alguma, por um equívoco que não é seu. Como se sabe, a falha, recentemente identificada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), está no fato de a metodologia não considerar de maneira adequada o crescimento da demanda e do número de consumidores no cálculo do índice de reajuste tarifário.


Segundo Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), “foi importante a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ter reconhecido, publicamente, a inconsistência da metodologia. Por outro lado, o fato de considerar não haver ilegalidade no procedimento por parte das distribuidoras não anula o direito dos brasileiros ao ressarcimento.


Errar é uma prerrogativa do ser humano. Deixar de reparar o equívoco, em especial quando ele causa prejuízo a terceiros, é antiético, mesmo quando não há crime ou dolo”.O Brasil já paga uma das tarifas mais elevadas do mundo e ocupa o primeiro lugar quanto aos encargos e tributos agregados à conta de luz.


A cobrança indevida agrava ainda mais o impacto negativo da energia elétrica na competitividade da indústria, inclusive nas exportações.O consumidor, por sua vez, é duplamente penalizado, pois paga o que não deve e arca com o repasse desse ônus aos preços de praticamente todos os produtos. Portanto, é premente e inquestionável o ressarcimento imediato do dinheiro pago a mais por pessoas físicas e jurídicas! É um ato de justiça!


Fonte: Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)

29 de out de 2009

A SAMSUNG LANÇA O ECO FONE (Blue Earth)





O Blue Earth é uma solução diferenciada e inovadora para um consumidor cada vez mais consciente e preocupado com o meio ambiente. Hardware e software totalmente pensados para integrar as mais modernas funcionalidades sem agredir o ecossistema em que vivemos

Com design arrojado e tela sensível ao toque de 3 polegadas, o aparelho é feito a partir de garrafas pet recicladas. Ele ainda possui um painel solar na parte de trás que, ao deixá-lo ao sol ou a luz amarela por uma hora, recarrega sua bateria suficiente para 16 minutos de conversação.


Para manter a aura verde, o Blue Earth vem com alguns programinhas bacanas. Enquanto você caminha, ele conta seus passos, calcula a quantidade de gás carbônico que você deixa de emitir ao não sair de carro e quantas árvores estão sendo poupadas. O eco-fone da Samsung ainda possui câmera de 3 megapixels, Wi-Fi, Bluetooth, 3G e GPS e chega no Brasil por um custo de mais ou menos R$ 949.

26 de out de 2009

PENSE !!! THINK ... BEBORDERLESS




Suficiente!

Por que eu deveria pertencer a um lugar, ou á qualquer coisa, para fazer um alguem se sentir mais seguro?
Por que nos importamos com oque os outros pensam? Por que é tão difícil de sermos nós mesmos?
Por que as opiniões de outras pessoas inibem a nossa auto-expressão? Por que nós nos mantemos a volta de viver a vida dos que se destinam a viver? Por que é que vamos colocar a liberdade em uma caixa? Porque é que o espírito esqueceu de ser livre? Por quê?
Porque as pessoas precisam ter conforto ,ter uma definição, uma nacionalidade, uma religião, uma razão, uma explicação, uma resposta curta, um movimento, uma rede, uma ONG ...
Vamos pensar de forma diferente. Vamos restaurar a nossa coragem de viver uma vida autêntica!
BE (ing) BORDERLESS A resposta: BE (ing) sem fronteiras. É simples. Tudo que você tem que fazer é acreditar em seus sonhos, seus objetivos, suas ambições, e finalmente, na sua própria individualidade. Seja (ing) sem margem significa derramamento das definições e das expectativas a esse limite, define-se o você. Viva a sua vida fiel a si mesmo. Não é fácil. Às vezes, as coisas mais simples são as mais difíceis de conseguir. Está fazendo nada de grande e inestimável fácil? À primeira vista, esta mensagem pode parecer demasiado idealista. Demasiado geral. Mas, indiscutivelmente, deve agitar-lo em uma nova direção para se sentir mais livre! Fazemos o que achamos que devemos fazer. Fazemos coisas que estão fora do caráter para que possamos chamar-nos parte de um grupo. Ironicamente, a resposta a estas pressões sociais é sucumbir as tendências e criar uma comunidade mais anti-social. Muito frequentemente, esse acordo coloca nos na parede. Não deixe-se ser escravo destas tendências e, portanto, tornar-se anti-social.
Você não tem que ser o melhor, mas sim ,ser honesto. Você não tem de ser querido por todos, mas sim ser único. Você não tem que ser importante, mas você é uma peça importante do quebra-cabeça. Se você acha que é mais fácil ficar de fora e julgar os outros,não é. Por que alguém ou o juiz que não é exatamente como você? Porque generalizar e colocar as pessoas em grupos antes mesmo de conhecê-los? Suspenda o julgamento!
A Criação de metas geralmente não é fácil. Pelo contrário, o foco em seu objetivo e o que você precisa para atingir seus resultados. Tentar não significa permanecer no mesmo local e as frustrações e a inércia podem deixar uma dor invejosa e cínica.
A fim de conseguir alguma coisa, você deve pelo menos tentar. Essa é a linha de fundo. No final, você irá ver o retrato grande de uma vida positiva. Não será apenas "chegar a você" se você não tentar! A transformação pessoal, A Global Change A grande questão: O preconceito, a guerra, os julgamentos, a exploração, a injustiça. Por quê? Por que nos esquecemos o significado da pura e essencial? Por que é tão difícil de fazer coisas para os outros e ajudar a trazer felicidade,,, não espere nada em troca! Faça a sua parte e de a vida uma solução. Se você se identifica com essa mensagem e você quer fazer algo diferente, esta é uma oportunidade para abraçar esta ação.
Você não precisa de ninguém para lhe dizer o que fazer. não é por isso que eu estou escrevendo isso.
Este texto é sobre a criação de um espírito positivo. Esta é sobre pôr adiante o esforço.
Faça um esforço para evoluir. Esta mudança é sobre inspirar-nos motivando todos a ser melhor.
Abra sua mente e começe a viver a sua vida! Agora deve ser fácil ser BORDERLESS ™.
Seja (ing) sem margem significa dar o seu espírito de corpo "," um corpo poderoso. Com um espírito puro e um corpo forte "que podemos alcançar coisas enormes! Eu sou um exemplo vivo disso e ainda não estou pronto. O melhor ainda está para vir!

25 de out de 2009

Rikk Agnew no BRASIL...


RIKK AGNEW

A Lenda Viva do movimento Punk Californiano ! Agora pela 1ª vez no Brasil.








http://www.myspace.com/therikkagnew





21 de out de 2009

Um Visionário Contemporãneo das causas Sócio Ambientais...




Batendo um Papo com o Professor Augustin , um visionário contemporãneo das questões sócio ambientais.




1 - O Futuro das Fontes de Energia e suas ações sobre o meio ambiente no Brasil e No Mundo.


O assunto energia e meio ambiente é o pão nosso de cada dia na imprensa, nos congressos, na ONU, nos governos ...........Isto significa chover no molhado quando se menciona este assunto.Tentarei dar um resumo do que, em minha visão, deveria ser realizado para permitir a sobrevida decente de nossos filhos e netos: O assunto é a variação climática que prevê com relativa certeza um aumento significativo de temperatura até 2100, com continuidade do processo após esta data. O aquecimento médio da atmosfera, se ultrapassar 4 graus, resultará num novo estado de equilíbrio que levará ao desenvolvimento de uma nova natureza, alteração de tudo que conhecemos e provavel redução da quantidade de seres humanos presentes na superfície terrestre.Em minha opinião, aceitando a dos estudiosos do clima, isto só poderá ser evitado se pudermos reduzir as emissões dos gases estufa (CO2 + CH4) em cerca de 80%. Com esta redução a natureza poderá iniciar o caminho para a redução do atual excesso de gases estufa presentes na atmosfera, iniciando o caminho para a inflexão da curva, atualmente ainda crescente,da temperatura atmosférica.E uma redução de 80% será uma revolução em nosso modo de vida. Mas é um alvo simples de ser realizado se aceitarmos uma pequena redução do conforto e bem estar ao qual a civilização industrial nos proporcionou nos últimos 100 anos. O problema é o fato de que sermos obrigados a aceitar o processo de um aperto de cinto, levando-nos a desistir momentaneamente de parte do muito pelo qual tanto nos esforçamos nos últimos anos. A discussão da aceitação é tão envolvente e grave que nenhum político ousa mencionar um momentâneo retrocesso de nossas excessívas riquezas pessoais. Só se fala em gerar novas e limpas fontes de energia, nunca mencionando que para que elas façam sua obrigação, (reduztr das emissóes dos gases estufa), nossa demanda de serviços e produtos precisa ser repensada seria e rapidamentemente. E, segundo a ONU, se isto não acontecer no decorrer dos próximos 7 anos, dificilmente poderemos retroagir o processo do aquecimento. Nossos filhos e netos muito provavelmente não terão a chance de conhecer as maravilhas do planeta como as ainda vivenciamos hoje.


2 - Energias Alternativas uma questão que deve ser levada a sério, 2.1 - Quais o melhores caminhos e os menores custos para sua implantação?Sem dúvida, a redução da demanda por bens por parte da sociedade. Que tal ir de bicicleta, ir a pé, comer muito menos carne (os bois geram quantidade enorme de metano,o CH4, 21 vezes mais poderoso do que o CO2 no aquecimento atmosférico), reduzir o aquecimemto dos lares nos países nórdicos e desligar o ar condidionado e, e, e, as respostas ou sugestões estão nos jornais diariamente..




3 - A Privatização da CESP um bem para São Paulo ou um grande erro para todos nós no Futuro?.Não tenho visão política suficiente para a análise solicitada.




4 - Como Concientizar o povo e os jovens para que no futuro não nos falte energia. Nada como falar com eles. Eles são seres maravilhosos e aceitam boas e interesantes idéias. Mas, muito mais importante: Nossos dirigentes, que incluem os pais, devem dar o exemplo. Começar a ir aos ministérios de bicicleta, vender seus Iates, usar roupas com menos grife, reduzir seus ricos churrascos, consumir menos e etc. Vale o mesmo para nossas lideranças sociais, econômicas,culturais e religiosas. Tenho a mais absoluta certeza que em muito menos do que 7 anos teremos encaminhado o problema se o vier de cima. É facil demais resolver o atual estado da natureza e da atmosfera. A inteligência e perspicácia do ser humano tem tudo para garantir nossa saudavel permanência neste tão lindo planeta por outros milhares de anos.




Augustin T.Woelz


Coordenador da Sociedade do Sol http://www.sociedadedosol.org.br/

16 de out de 2009

VERDURADA ! Agora no Inferno ...


VERDURADA DE OUTUBRO17/10/2009 – NO INFERNO!!! A Verdurada derrapa mas não breca! Depois de grande expectativa sobre o futuro da Verdurada, o evento volta no dia 17 de outubro (sábado), desta vez num local diferente, o Inferno. Não literalmente. Estamos falando da casa de shows Inferno, na Rua Augusta – 501.


O QUE É A VERDURADA?O Coletivo Verdurada é o responsável pela organização do evento realizado em São Paulo desde 1996. Ele consiste na apresentação de banda (especialmente de hardcore, mas o palco é aberto a outros gêneros) e palestras sobre assuntos políticos, além de oficinas, debates, exposição de vídeos e de arte de conteúdo político e divergente. No final é distribuído um jantar totalmente vegetariano.Este é o mais antigo e talvez o mais importante evento do calendário faça-você-mesmo brasileiro. Isso quer dizer que a organização é totalmente feita pela própria comunidade hardcore-punk-straightedge de São Paulo, que se encarrega tanto do contato com as bandas e palestrantes, quanto da locação do espaço, contratação das equipes de som e divulgação. Tudo sem fins lucrativos ou patrocínios de empresas. A renda é destinada a cobrir os custos e colaborar com atividades e iniciativas realizadas, ou apoiadas pelo coletivo.Os objetivos de quem organiza a verdurada são basicamente dois: mostrar que se pode fazer com sucesso eventos sem o patrocínio de grandes empresas e sem divulgação paga na mídia e levar até o público a música feita pela juventude e as idéias e opiniões de pensadores e ativistas divergentes.

No que diz respeito às bandas, os grandes acontecimentos desta vez serão o retorno triunfal do Bandanos ao Brasil, após sua primeira turnê européia, e a esperada visita a São Paulo das sensações do punk rock nordestino Renegades of Punk e Mahatma Gangue, ambas mostrando mais uma vez por que estão dizendo por aí que o nordeste tem a melhor cena punk/hardcore do País atualmente. Além deles, teremos os reis do grindcore nacional, D.E.R., que promete mais um show memorável, e a promessa do hardcore old school, Ralph Macchio.Também será exibido o documentário “Steal This Film”, que aborda a guerra entre os defensores do compartilhamento de arquivos pela internet, os chamados “piratas”, contra a indústria e os defensores da propriedade intelectual. Um filme crucial para uma época em que os políticos discutem como tirar sua liberdade online. Sobre o “novo” localComo muitos de vocês já devem saber, o antológico galpão do Jabaquara, onde o evento foi realizado entre 2001 e 2009, foi fechado pela prefeitura. Desalojados, passamos os últimos meses procurando um novo local, mais ou menos com as mesmas especificações, onde fosse possível realizar o evento sem abrir mão da qualidade ou dos princípios da Verdurada.Infelizmente, não conseguimos achar um lugar assim a tempo para a Verdurada de outubro. Para não deixar o público ou as bandas convidadas na mão, decidimos excepcionalmente realizar o evento na casa de shows Inferno, que topou abrir mão da venda de bebidas alcoólicas e não interferiu na nossa maneira de fazer as coisas. Pelo que vimos em outros shows do cenário hardcore feitos no Inferno nos últimos tempos, o Inferno não comprometerá em nada a qualidade ou o espírito da Verdurada. Ainda assim, por diversos motivos, continuamos procurando um local novo, que não seja uma casa de shows profissional e acomode bem o público e a organização do evento nos moldes do bom e velho galpão. Isso significa: capacidade para pelo menos 800 pessoas, ter cozinha ou equivalente, banheiros utilizáveis e localização próxima a alguma estação de metrô. Quem encontrar um local assim entrará de graça em todas as Verduradas realizadas por lá até o fim dos tempos. Contamos com a sua ajuda!Agora, vamos à programação!Sábado, 17 de outubro de 2009.Endereço – Inferno: Rua Augusta, 501.Horário: das 16h às 22h.Preço: R$8- Jantar VEGetariANO grátis e venda de material independente.- Por favor, sem cigarros e sem álcool.




15 de out de 2009

CLIMATE CHANGE

Faça parte você tambem desta Campanha!

http://www.youtube.com/watch?v=3CnIJ19EVMo

FESTIVAL LENDAS DO ARPOADOR










Nos dias 24 e 25 de outubro acontece no Arpoador um encontro histórico para a comunidade do surf. O encontro reúne os pioneiros da cultura surf no Rio de Janeiro, que plantaram a semente nas décadas de 50 e 60, tendo como berço o Arpex.
Esta galera começou surfando com pranchas conhecidas na época (anos 50) como “porta de igreja”. Depois, vieram as “madeirites” e, finalmente, as pranchas de fibra de vidro.
Este evento, que também teve o legend Daniel Sabá como um dos idealizadores, será uma bela e justa homenagem aos desbravadores que nos presentearam com esse esporte mágico, mudando o estilo de vida de várias gerações.
As presenças dos ilustres homenageados deste ano já estão confirmadas: Arduíno Colasanti, Irencyr Beltrão, Maria Helena, João Cristóvão, Heliana, Piuí, Mario Bração, Marcelo Rabello, Pauleti, Fabio Kerr, Maraca, Fernanda Guerra, João Cristóvão, Tito Rosemberg, Penho, Ceceu Pimentel e Betinho Lustosa.
Além do encontro que homenageia os pioneiros do surf carioca, também acontece um campeonato de Legends em duas modalidades: Pranchinha e Longboard, divididas em três categorias – Master, Pranchinha e Pranchão (45 a 50 anos); Legend, Pranchinha e Pranchão (51 em diante) e Super Legend Pranchão (56 em diante, apenas para convidados).
Haverá uma exposição com pranchas raras dos anos 60 apresentada pelo Museu de Surf de Cabo Frio e pelo Museu Monarca. Entre as raridades, nomes que marcaram a história do surf nestes 50 anos: Surfboards Hawaii, Hobie, São Conrado, Barlan, Hansen, Diffendenfer, Gordon & Smith e as madeirites.
A premiação distribui seis longboards Daniel Friedman, laminados pela empresa RT Glass; duas passagens para o Peru, kits da Redley para todos os finalistas e homenageados, bem como troféus de madeira pinho canadense (réplicas do Pranchão São Conrado) feitos à mão pelo artista Beto Eagle.
As inscrições devem ser feitas por intermédio da Feserj no valor de R$ 60 (sessenta reais) para todas as categorias. Serão 24 inscritos na categoria Master, 24 inscritos na categoria Legend e 16 inscritos na categoria Super Legend.
Para obter mais informações, ligue para a Feserj: (021) 2490-0754 / 8386-0231, falar com Simone.
O evento conta com o apoio das empresas Redley, Kenner, Guaraviton, Mustang 45, Pranchas Daniel Friedman, RT Glass, Mega Energia, Ryno Foam, Pranchas Marea, Ki Doguinho, Casa 2, Tripping Viagens e Turismo, site Waves.Terra e Governo do Estado do Rio de Janeiro e Feserj.
TEXTO E FOTOS: WADY MANSUR (FONTE DIVULGAÇÃO E PORTAL WAVES)

12 de out de 2009

DEUS MOTOCYCLES




Constituida por Dare Jennings ( fundador da marca Australiana de Surf Wear MAMBO) ,Hod Hunwick ( motociclista a viajante a mais de 20 anos ) e Carby Tuckwell (Desing gráfico ) a fabrica de motocicletas customisadas Deus se tornou referência no segmento.Deus é um tipo completamente diferente de empresa de moto. Com enfoque no design e construção de motos custom, Deus promove e celebra a cultura da motocicleta custom que apareceu pela primeira vez na Europa e América na década de 1940, que esta sendo recentemente revivido por grupos de jovens entusiastas no Japão, América e Austrália.





Assita o video!!!