24 de jun de 2010

DIA SEMGLOBO em apoio a Dunga.


DIA SEMGLOBO em apoio a Dunga.


O técnico da seleção brasileira abriu fogo contra a Rede Globo. Dunga deu na canela do comentarista Alex Escobar, da Globo. Poucas horas depois, um dos apresentadores do programa Fantástico, Tadeu Schmidt, da África leu um editorial da emissora detonando Dunga.
Tudo tem um porque, antes do ataque ao Dunga no Fantástico, o Jornal O Globo já havia descido a lenha na seleção e principalmente no seu treinador.
Qual a razão dessa súbita mudança de comportamento?
Vamos aos fatos:
Segunda feira, véspera do jogo de estréia da seleção brasileira contra a Coréia do Norte, por volta de 11 horas da manhã, hora local na África do Sul.
Eis que de repente, aportam na entrada da concentração do Brasil, dona Fátima Bernardes, toda-poderosa Primeira Dama do jornalismo televisivo, acompanhada do repórter Tino Marcos e mais uma equipe completa de filmagem, iluminação etc.
Indagada pelo chefe de segurança do que se tratava, a esposa do poderoso William Bonner sentenciou: “Estamos aqui para fazer uma REPORTAGEM EXCLUSIVA para a TV Globo, com o treinador e alguns jogadores...”.

Comunicado do fato, o técnico Dunga, PESSOALMENTE dirigiu-se ao portão e após ouvir da Sra. Fátima o mesmo blá-blá-blá, foi incisivo, curto e grosso, como convém a uma pessoa da sua formação: “Me desculpe, minha senhora, mas aqui não tem essa de “REPORTAGEM EXCLUSIVA” para a rede Globo. Ou a gente fala pra todas as emissoras de TV ou não fala pra nenhuma...”.


Brilhante!!!

Pela vez primeira em mais de 40 anos, um brasileiro peitava publicamente a Vênus Platinada!!!

“Mas... - prosseguiu dona Fátima - esse acordo foi feito ontem entre o Renato (Maurício Prado, chefe de redação de esportes de O Globo) e o Presidente Ricardo Teixeira. Tenho autorização para realizar a matéria”.

Dunga: - “Não tem autorização nem meia autorização, aqui nesse espaço eu é que resolvo o que é melhor para a minha equipe. E com licença que eu tenho mais o que fazer. E pode mandar dizer pro Ricardo (Teixeira) que se ele quer insistir com isso, eu entrego o cargo agora mesmo!”.
O treinador então virou as costas para a supra sumo do pedantismo e saiu sem ao menos se despedir.

Dunga pode até perder a classificação, a Copa, seu time pode até tomar uma goleada, qualquer fiasqueira na África, mas sua atitude passa à história como um exemplo de coragem e independência frente a uma das instituições privadas mais poderosas no País e que tem por hábito impor suas vontades, eis que é líder de audiência e por isso se acha acima do bem e do mal.
Em linguagem popular, o Dunga simplesmente mijou na Vênus Platinada! Sugiro uma estátua para ele!!!

Após, a poderosa Globo, a mesma que levou o Collorido ao poder e depois o detonou por seus interesses, agora difama o Dunga, tá certo que o cara é meio Ogro, mas não teve o direito de se defender dos ataques em momento algum.

Falar mal do cara é liberdade de imprensa. Ouvir o cara não pode?
A reação do povo foi imediata. O editorial lido no programa "Fantástico", da Rede Globo, deu repercussão no mundo virtual. E pela primeira vez na história o Brasil inteiro apóia o técnico da Seleção. Só a Globo para conseguir isso...

Dentre os assuntos mais comentados no Twitter nesta segunda-feira (21), a frase "Cala boca, Tadeu Schmidt" era líder absoluta, superou até a antecessora "Cala Boca, Galvão", que liderou por dias seguidos os Trending Topics.

E não parou por ai. Em apoio ao técnico da seleção brasileira, os twiteiros lançaram o "DiaSemGlobo", que será nessa sexta-feira, quando o Brasil vai jogar com a seleção de Portugal, no encerramento da primeira fase da copa.



Todo mundo na Band, ou em outra emissora, não vamos sintonizar a Globo na sexta-feira, temos que começar a deixar de ser gado manso, mostrar que não somos trouxas manipuláveis.


VAMOS FAZER O BRASIL INTEIRO PENSAR !!!!


Cleber Rocha

18 de jun de 2010

A Agenda 2012

Conheça o Programa O que é





A Agenda 2012, Programa de Metas para a Cidade de São Paulo, reitera o compromisso do governo municipal com a gestão transparente, responsável e inovadora: define metas de curto, médio e longo prazos que traduzem o plano de governo aprovado pela maioria da população nas eleições de outubro de 2008. Sua elaboração atende às exigências da Emenda nº 30 à Lei Orgânica do Município, aprovada pelo Legislativo em fevereiro daquele mesmo ano.
Agora, o programa passa a integrar o Sistema Municipal de Planejamento, juntamente com o Plano Diretor Estratégico, a Lei de Diretrizes Orçamentárias, o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, instrumentos aprimorados por esta administração na gestão encerrada em 31 de dezembro de 2008 e que continuarão sendo fortalecidos nos próximos quatro.
Uma das inovações importantes introduzidas pela Agenda 2012 é a revisão periódica das ações propostas. Assim, o poder público municipal ganha a agilidade do setor privado, podendo se adequar, por exemplo, aos diferentes cenários econômicos, sempre obedecendo ao rigor fiscal, marca do governo paulistano desde 2005.
A Agenda 2012 cria mecanismos que permitem o seu monitoramento pela população de São Paulo por meio deste site, que será um espaço virtual permanente de diálogo e debate entre técnicos da administração municipal, lideranças da sociedade civil, representantes de associações de bairro e sindicatos, empresários, institutos de pesquisas, entre outros, para o monitoramento e avaliação das metas.
Nesse sentido, a Agenda 2012 estruturou-se para disponibilizar semestralmente relatórios de desempenho das metas, de fácil acompanhamento pelos cidadãos. E, anualmente, os indicadores de resultado (também conhecidos como indicadores de impacto ou de efetividade), que mostram se o programa governamental está ou não atingindo seus objetivos. Esses indicadores, compostos de diferentes variáveis, caracterizam-se por um movimento de longo prazo e apontam para processos de transformações sociais.
É importante destacar que, no contexto de uma metrópole cuja importância ultrapassa os limites do município, transformações de caráter estrutural não ocorrem sem a integração com investimentos federais e estaduais. Mesmo fora da responsabilidade da esfera municipal, ações de outras instâncias estão presentes em um planejamento da gestão pública de São Paulo porque produzem resultados que provocam grandes impactos sobre a cidade. É o caso, por exemplo, das ações estruturadoras nas áreas de transportes e logística, que estão a cargo, principalmente, do governo estadual, e das ações de regularização fundiária e de intervenções em áreas de mananciais, que dependem fundamentalmente de repasses dos governos federal e estadual e de ações executadas na órbita estadual. Assim, essas ações, levadas a frente por órgãos não municipais, não podem fazer parte de um programa de metas que pretende medir o desempenho do governo municipal.

A construção da Agenda 2012 consolida uma mudança importante no sistema de planejamento da cidade de São Paulo, em curso desde 2005: o abandono da ótica de simples definição de ações e intenções para a busca de uma gestão por resultados.

4 de jun de 2010

ESTAMOS NA COPA!!! BRASIL... GO GO GOLLLLLLLL



Desejamos que a copa do mundo não traga insustentabilidade ao nosso planeta.

Que a sustentabilidade faça parte da motivação deste grandioso evento.
O Gol que devemos marcar esta associado a educação e a ética , sejam estas de ordem politica, ambiental  ou social...
Vai Brasil , mostra tua cara e tua alma , apresenta teu carater de guerreiro , astuto e diciplinador ...
Expurga do teu espirito, a corrupção,a bandidagem e aquele defeito mais feio que  os brasileiros criaram ...o defeito de querer levar vantagem em tudo.

Go Go GOLLLL BRASIL

MUSICA OFICIAL DO EVENTO.

ONG Harmonia da Terra lança jogo interativo focado na Carta da Terra


Jogo da Carta da Terra: Educação e estratégia para a sustentabilidade.

Este jogo muito interativo novo foi elaborado pelo Instituto Terra nd Harmonia em parceria com a Cooperação Brasil, duas ONGs brasileiras. Ele pode ser usado como um instrumento único de ensino com adultos, jovens e crianças (acima de 9 anos). O jogo está sendo usado em ocasiões diferentes workshop de formação na parte do sul do Brasil, mas a visão é que ele seja traduzido e amplamente utilizado.

A Carta da Terra do jogo encoraja os jogadores a conhecer e compreender a Carta da Terra através de uma metodologia nova e excitante. A dinâmica do jogo promove o pensamento e as atitudes sobre valores humanos essenciais para construir uma sociedade mais justa e sustentável mundo.


Para alcançar os objetivos do jogo, os jogadores devem praticar a cooperação e interdependência. Ou todos ganham ou perdem todos, em uma situação similar ao que a sociedade contemporânea enfrenta, no âmbito do desafio da sustentabilidade.

Durante o jogo, os jogadores são encorajados a pesquisa e fazer perguntas, procurar as relações entre as questões sociais e ambientais e ações práticas. Em diferentes ocasiões, os jogadores têm de reflectir sobre um princípio CE e vinculá-lo com uma experiência específica de sua vida. Os jogadores aprendem diversos conceitos ecológicos, eficiência energética, reciclagem, de associação e de simbiose. Assim, o jogo contribui para o despertar do conhecimento ecológico e práticas.

O jogo pode envolver pessoas de todas as idades a partir da idade de 9 anos e ter tido grande sucesso com diferentes públicos: alunos de escolas urbanas e rurais, jovens, acadêmicos, professores e profissionais em geral.

O Instituto Harmonia http://www.harmonianaterra.org.br/ É uma ONG com sede em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Sua missão é promover ações educativas que possam contribuir para a transformação ética e ecológica da sociedade humana em direção à sustentabilidade. Desde 2004, promove a ecopedagogia cursos e oficinas para escolas públicas e é filiada à Carta da Terra Internacional.


Para mais informações entre em contato com as seguintes pessoas no Instituto Harmonia na Terra:
Patricia Abuhab

Guilherme Blauth

Carta da terra 04/06/2010 tradução HWblog