23 de jul de 2010

Planeta Sustentável lança edição verde e Coleção 10 Anos da revista National Geographic

Planeta Sustentável lança edição verde e Coleção 10 Anos da revista National Geographic


No próximo dia 27, em São Paulo,o Planeta Sustentável fará o lançamento da edição verde e da Coleção Completa de DVDs com todas as edições de 2000 a 2010 da revista National Geographic. O encontro ainda reunirá Matthew Shirts, da NG e do Planeta, a jornalista ambiental Liana John e o fotógrafo Luciano Candisani num bate-papo muito bacana sobre O Futuro da Biodiversidade. Você não pode perder! Vagas limitadas

o Planeta Sustentável, como parceiro desse movimento, realiza, periodicamente, ações voltadas para o tema. É o caso do encontro que será realizado no próximo dia 27, na livraria Fnac, em São Paulo, no qual serão lançadas a Edição Verde da National Geographic (parceira do Planeta Sustentável) e a caixa com a Coleção Completa de DVDs com todas as edições da revista, de março de 2000 a abril 2010. Mas a programação desse dia não pára por aí e reunirá Matthew Shirts, redator-chefe da NG e coordenador do Planeta Sustentável, a jornalista ambiental Liana John e o fotógrafo Luciano Candisani para um bate-papo muito bacana sobre O Futuro da Biodiversidade. Será, portanto, uma noite pra lá de especial.



Edição Verde National Geographic

A Coleção Completa é um presente para os colecionadores mais apaixonados da National Geographic, que poderão ter às suas mãos todo o precioso conteúdo de suas publicações nos últimos dez anos. Quer mais uma boa notícia? Uma caixa, com essa coleção será sorteada entre os presentes. Mas não é só por isso que você não pode faltar nessa “festa”. Outro ótimo motivo é a edição de agosto da revista, que tem seu DNA naturalmente marcado pela sustentabilidade, mas que, desta vez, caprichou mais, por isso, ela é carinhosamente chamada de Verde. Veja só algumas de suas reportagens:


Ecologia: Uma viagem realizada pelo fotógrafo Izan Peterle e pelo jornalista Maurício de Barros, em Pernambuco, para refazer a trajetória do sociólogo Gilberto Freyre pelo estado. Por já ter discutido Ecologia em sua época, Freyre pode ser considerado o primeiro ambientalista do Brasil;

Clima: Em entrevista exclusiva, o americano Bjorn Stigson, diretor do World Business Council for Sustainable Development – WBCSD, afirma que a COP-15 encerrou um ciclo e propõe um novo modelo de negociação liderado pelas empresas;

Índios: Reportagem revela que as tribos norte-americanas trabalham pela conservação de suas antigas terras;

Biodiversidade: A riqueza natural do vasto Parque Nacional de Kaziranga, na Índia, que abriga tigres, búfalos e rinocerontes-unicórnio, em fotos deslumbrantes.

BATE-PAPO

Como bom parceiro do Ano Internacional da Biodiversidade, o Planeta Sustentável – que participará da Conferência Internacional que será realizada em Nagoya, no Japão, em outubro – mais uma vez promove discussões sobre o tema.

Neste dia, Matthew Shirts, redator-chefe da revista National Geographic e coordenador do Planeta Sustentável, conversará sobre O Futuro da Biodiversidade com dois profissionais tarimbadíssimos e especializados:

- Liana John, jornalista ambiental experiente que, desde a semana passada assina o blog Biodiversa no site do Planeta Sustentável, e

- Luciano Candisani, fotógrafo que se dedica à documentação da biodiversidade e da conservação ambiental há 13 anos, colaborando com a NG desde 2000. Ele ainda é conselheiro do Planeta Sustentável e integra a Liga Internacional dos Fotógrafos da Conservação (ILCP), que reúne os melhores profissionais do mundo especializados em natureza.


Ao final do bate-papo, o público poderá participar formulando perguntas para os três profissionais.

SERVIÇO

Lançamento Edição Verde e Coleção Completa 10 anos – National Geographic e bate-papo sobre O Futuro da Biodiversidade

Dia: 27 de julho

Horário: 20h

Local: Fnac, Praça dos Omaguás, 34, Pinheiros

RSVP: até dia 26/07 pelo email psustentavel@abril.com.br

 
Fonte:
 
Mônica Nunes


Planeta Sustentável - 21/07/2010

12 de jul de 2010

O Brasil por uma visão Holandeza...



Circula pela internet um e-mail, assinada por uma suposta escritora holandesa, relacionando razões para o brasileiro exaltar o Brasil, em vez de criticá-lo.


O que uma holandesa falou do Brasil

Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado. .


Só existe uma companhia telefónica e pasmem!: Se você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.

Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o

sanduíche em um guardanapo - ou de lavar as mãos antes de comer. Nas padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.

Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas

enroladas em folhas de jornal - e tem fila na porta.

Na Europa, não-fumante é minoria.. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador.

Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de 'Como conquistar o Cliente'.

Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos.

Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa.

Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura, língua, etc... Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões para resgatar suas raízes culturais.

Os dados são da Antropos Consulting:

1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.

2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma..

3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.

4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.

5.. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.

6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.

7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.

8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês.

Na telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas.

10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.

11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.

Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?

2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?

3. Que suas agências de publicidade ganham os melhores e maiores prêmios mundiais?

4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?

5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?

6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?

7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los bem?

Por que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando.

É! O Brasil é um país abençoado de fato.

Bendito este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos.

Bendito este povo, que sabe entender todos os sotaques.

Bendito este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente.

Bendita seja, querida pátria chamada

Brasil!!

Divulgue esta mensagem para o máximo de pessoas que você puder. Com essa atitude, talvez não consigamos mudar o modo de pensar de cada brasileiro, mas ao ler estas palavras irá,


Detalhes Adicionais

o que interessa é o que foi escrito, um relato que os pessimistas, as carpideiras de plantão, as viuvas do retrocesso, dos contrarios, que veem um Brasil com a visão de seu coração feio, cinza,triste.

Eu vejo o Brasil com defeitos, mais com muito mais grandezas.

viva o Brasil

10 de jul de 2010

O Brasil te chama!!!

Embratur investe US$ 30 milhões na campanha mundial “O Brasil te chama”Ação será veiculada em cem países, podendo atingir 400 milhões de pessoas; O2 produziu os filmes


O mundo será convidado a visitar o Brasil, próxima sede da Copa do Mundo de Futebol, em uma iniciativa grandiosa do Ministério do Turismo, através da Embratur. Nesta sexta-feira (9), foi lançada em Joanesburgo uma campanha publicitária com foco na promoção turística internacional do País.


A ação, intitulada “O Brasil te chama. Celebre a vida aqui”, inclui filmes, mídia impressa, mídia exterior e ações em mídias sociais, entre outras iniciativas. Ela envolve um investimento de US$ 30 milhões. O presidente Lula e o ministro do turismo Luiz Barreto apresentaram a campanha na África do Sul.

A verba da campanha inclui as iniciativas publicitárias em TVs, jornais, revistas e catálogos internacionais de operadores turísticos, ações de relações públicas com a imprensa internacional, mídia na internet e mídias sociais, painéis em aeroportos e outdoors em 15 países, publicações e material promocional sobre as 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, aplicativos para telefone celular e promoção em eventos turísticos em cerca de 30 países.

Nas peças publicitárias, o mundo é convidado a visitar o país, aproveitando a exposição do Brasil como sede de grandes eventos esportivos mundiais. O objetivo da Embratur com esta campanha é emocionar, impactar e motivar pessoas a realizar suas viagens, de lazer ou de negócios, no Brasil.

No lançamento da campanha, realizado na Casa Brasil em Joanesburgo, foram apresentados os filmes “Apito Final” e “Sons do Brasil”, produzidos por Fernando Meirelles e dirigidos por Rodrigo Meirelles, da O2 Filmes. O filme de estréia da campanha será veiculado após o encerramento da Copa do Mundo, neste domingo (11). Durante dois meses, o comercial será exibido nas emissoras de TV autorizadas pela FIFA a transmitir os jogos. Ele também será divulgado em canais internacionais de esportes e notícias, além de ficar disponível no Youtube. Intitulado “Sons do Brasil”, o comercial terá cerca de dez semanas de veiculação com cobertura em mais de cem países e alcance possível de 400 milhões de pessoas em todo o mundo.

Já as peças de mídia exterior apresentarão os destinos brasileiros em painéis nos aeroportos, transportes públicos e outdoors em doze países, enquanto a mídia impressa será veiculada em jornais e revistas internacionais de 27 países.

A campanha conta ainda com a publicação do livro “Brasil de todas as cores”. Ele apresenta as cinco regiões brasileiras, com foco nas 12 cidades-sede. Seu conteúdo é composto por imagens dos principais destinos turísticos do País e a visão de artistas, fotógrafos e representantes das artes brasileiras de renome internacional.

A Embratur também lançará o DVD “Panorama Brasil: Seleção Brasileira das cidades”, destinado aos
formadores de opinião. O produto traz um panorama das 12 cidades que sediarão a Copa do Mundo no Brasil. Filmes de um minuto com imagens das cidades e principais atrações turísticas próximas foram produzidos junto com um vídeo de quatro minutos sobre o Brasil.

Ainda com o objetivo de manter na divulgação internacional do Brasil a mesma identidade visual utilizada pela Embratur, foram sugeridos modelos de peças publicitárias para as cidades-sede.

Fonte noticias : propmark
http://www.propmark.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=59599&sid=6