21 de jun de 2012

Salve o dia Mundial do skate...

      Salve o dia Mundial do skate...

O skate (pronuncia-se skêit) é um desporto inventado na Califórnia que consiste em deslizar sobre rodas em solo e obstáculos equilibrando-se numa prancha, chamada shape (em inglês: deck), dotada de quatro pequenas rodas e dois eixos chamados de "trucks". Com o skate executam-se manobras, com baixos a altos graus de dificuldade. No Brasil, o praticante de skate recebe o nome de skatista, enquanto que em nos estados Unidos e chama-se skater. O skate é considerado um esporte radical, dado seu aspecto criativo, cuja proficiência é verificada pelo grau de dificuldade dos movimentos executados.

O hoje no Brasil o skate é o segundo esporte mais praticado.

Esporte ou estilo de vida , tanto faz ! O importante é que o skate sociabiliza e diverte e prepara fisicamente e psicologicamente as pessoas. Onde há esporte há regras, então mesmo com jeito de esporte de comportamento arredio e criativo o skate tem regras então podemos dizer que onde tem Regras tem Educação...







Salve o seu Inventor Mr Larry Stevenson
Stevenson inventou, em 1969, o "Kicktail", hoje conhecido como "Tail". É a elevação na parte dianteira e traseira do skate que faz com que seja possível executar manobras com mais facilidade. A descoberta revolucionou o esporte.

Salva-vidas na Califórnia, Stevenson via os adolescentes andando de skate nos dias em que o mar não tinha boas ondas, e percebia que era possível desenvolver equipamentos melhores. Na garagem de sua casa, começou a construi-los. Sua loja, Makaha, patrocinou o primeiro campeonato de skate, com cerca de 100 competidores em Hermosa Beach, em 1963.







18 de jun de 2012

Filme Belo Monte Anuncio de Uma Guerra , inflama platéia ativista em seu Lançamento...

BELO MONTE ANUNCIO DE UMA GUERRA.


O filme de André D´Elia  pode ser considerado como um documentário técnico muito bem montado.
O foco no problema  socío ambiental é apresentado por entrevistas e colagens de material já publicado na midía .Os  personagens responsaveis são sempre os mesmos dentre eles podemos destacar o principal a ganâcia pelo dinheiro travestida de progresso e desenvolvimento.

O Auditorio São Paulo Recebeu 800 pessoas para Premier do filme

Causas:
houve falta de profundidade na avaliação do EIA RIMA.
A eletro Norte e os demais exploradores ficam com o lucro e a população local e os indígenas ficam com o problema.

Interesses:
6 Setores industriais responsaveis por 30% do consumo de energia de todo nosso país.

Descaso
O Presidende da FUNAI que deveria defender os povos indiginas se esconde atrás das leis da política nacional alegando que o acontecimento faz parte do processo de desenvolvimento do país.
A direcão da Eletro Norte não se manifesta, e na surdina toma decisões para as ações de instalação da hidrelétrica que autorizada pelo IBAMA em licença  provisória acaba gerando impactos inicias em toda a região.
O custo socio ambiental não esta sendo computado no projeto.

SEM NOÇÃO
Na época da Ditadura o ex-presidente LULA foi contra a implantação da Hidrelétrica hoje ele e sua Sucessora Dilma fazem campanha pró alegando que o desenvolvimento do Pais depende desta atrocidade...

Ideia

Alguns frames do filme foram traduzidos em telas pelo artista plástico Mundano


Como um País que comete uma barbárie desta, se apresenta ao mundo como um país exemplo em gestão ambiental...

Vamos propagar essa causa e salvar o rio Xingu e a Amazonia de uma grande barbárie...

O Ambientalista  e conselheiro do (CADES municipal  MG) Rogério Nogueira "SAMMY" conferiu a estreia e aprovou a causa e ideia do filme .


 jovens foram de skate ao lançamento do filme, mostrando que o skate pode ser uma opção de transporte sustentável.

O mundo precisa de transformações inteligentes e menos impactantes, o homem  deve respeitar  e ter atitudes preservadoras.

Parabéns André D´Elia pelo filme, jovens como você são essênciais no processo de mudança do país, por favor não se prostitua...
por G.R.U.T.A ( Grupo Universitário de Tecnólogos Ambientais)
para
HARDWORLD THINGS blog

8 de jun de 2012

Belo Monte, anúncio de uma Guerra


Belo Monte, anúncio de uma Guerra

Ocorre no Auditório Ibirapuera a primeira exibição do documentário Belo Monte, Anúncio de uma Guerra – maior caso de financiamento coletivo do Brasil, que narra conflitos relacionados à construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte, em Altamira, Pará.

Iniciativa independente, após dois anos de filmagens nos arredores do Rio Xingu, o projeto foi finalizado com recursos obtidos por meio de crowdfunding (financiamento coletivo). Em 30 dias, conseguiu os maiores valor arrecadado e número de apoiadores neste tipo de ação: 140 mil reais de 3.429 apoiadores.

O documentário foca o ponto de vista dos índios, com apoio das associações e lideranças indígenas da região do Xingu, denunciando crimes ocorridos no processo e questionando o custo e a eficiência da obra, os objetivos políticos e os danos ambientais e sociais, que modificaram os hábitos dos povos da região e desequilibraram o ecossistema local.

Segundo o diretor André D’Elia, o filme prova que a obra da usina, desde o início, fere preceitos universais dos direitos humanos. “Os indígenas não tiveram nem mesmo os direitos garantidos pela Constituição respeitados. O filme dá voz a eles, que têm muito pouco acesso nos meios de comunicação tradicionais.”

Antes da sessão, os produtores do filme farão a entrega de obras exclusivas dos grafiteiros Mundano, Crânio e Armamento Visual para os principais colaboradores do projeto.
Projeto independente e coletivo

Sinopse: Belo Monte é uma usina hidrelétrica que o governo pretende instalar no coração da Amazônia, na Volta Grande do Rio Xingu, na cidade de Altamira, Pará. O documentário é um projeto independente e coletivo a respeito dessa obra, filmado durante três expedições à região do Rio Xingu, revelando os bastidores da mais polêmica obra planejada no Brasil, com entrevistas com os principais envolvidos, entre eles lideranças indígenas (como os caciques Raoni e Megaron), o procurador da República (Felício Pontes), o presidente da Funai (Márcio Meira) e políticos locais a favor da construção.

Ficha Técnica:

 
Direção: André D’Elia

 
Produção executiva: André D’Elia e Bia Vilela

 
Direção de produção: André D’Elia, Bia Vilela e Mauro Moreira

 
Direção de fotografia: Rodrigo Levy Piza e Federico Dueñas

 
Direção de som: Teo Villa e Diego Depane

 
Fotografia still: André D’Elia, André Souza, Federico Dueñas, Rodrigo Levy Piza, Mauro Moreira e Thiago Mundano

 
Desenho de som: Thacio Palanca

 
Motion grafics: Vital Pasquale

 
Montagem: Mauro Moreira

 
Trilha sonora: Beto Villares, Fabio Barros

 
Assistência de montagem: André Souza

 
Assistência de câmera: André Souza

 
Comunicação e marketing: Caio Tendolini, Digo Castello Branco, Daniel Joppert, Thiago Mundano

 
Grafite: Thiago Mundano

 
Pôster: Marcos Rodrigues

 
Consultor de conteúdo: Céu D’Elia

 
Site: Thais Sogayar

 
Empresa produtora: Cinedelia

 
Coprodução: Duca Filmes e Cinepro/dot

 
• Dia:17 de junho

 
• Horários:Domingo, 19h

 
• Duração:100 min

 
• Ingressos:GRATUITO

• Recomendado para maiores de 12 anos

5 de jun de 2012

SALVE O DIA DO MEIO AMBIENTE



SALVE, SALVE!!!
UM PROSPERO DIA DO MEIO AMBIENTE!!!


A GESTÂO AMBIENTAL VISA ORDENAR AS ATIVIDADES HUMANAS, PARA QUE ELAS GERE O MENOR IMPACTO POSSIVEL SOBRE O MEIO AMBIENTE.

 A BUSCA POR UM AMBIENTE SAUDÁVEL É O OBJETIVO DE TODOS!!!

COMTEMPLEMOS ENTÃO O DIA DO MEIO AMBIENTE...

HOJÉ É UM DIA DE REFLEXÃO SOBRE NOSSAS ATITUDES A RESPEITO DO IMPACTO QUE CAUSAMOS AO MEIO AMBIENTE... PENSE...........MUDE........PRESERVE....... PMP