9 de mai de 2012

A ECONOMIA VERDE CHEGOU !!!


A ECONOMIA VERDE chega a administração e autarquias do Governo

A Compra governamental de produto sustentável soma R$ 12 milhões no primeiro trimestre do ano de 2012.

O Valor equivale a 87% do total de 2011

As compras públicas sustentáveis feitas no primeiro trimestre de 2012 somam R$ 12 milhões, de acordo com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). O valor negociado neste período representa 83% do total comprado em 2011 (R$ 14.5 milhões) e 61% mais do que as aquisições de 2010 (R$ 7,5 milhões), quando começou a política de “licitações sustentáveis”. O objetivo da política é usar o poder de compra do governo federal para incentivar a produção de mercadorias que não prejudicam o meio ambiente.

Desde a implantação da norma para regulamentar as compras sustentáveis, em janeiro de 2010, o governo federal já realizou, até março deste ano, 1.490 licitações utilizando itens com essa classificação pelo Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (Siasg). Desde o início dessa política de compras, a administração pública federal já investiu mais de R$ 34 milhões, na aquisição desses produtos.

O programa de Contratações Públicas Sustentáveis se baseia em valorizar a compra de produtos que utilizam critérios ambientais, econômicos e sociais, em todas as etapas do ciclo de vida desses bens. Dessa maneira, transforma as aquisições em instrumentos de proteção à natureza.

Nos primeiros trimestres de 2010 e 2011, as compras foram de R$ 709,6 mil e R$ 536,4 mil, respectivamente.

Produtos - No Siasg, 550 produtos são considerados sustentáveis. O crescimento do volume de compras na área é justificado pelo aumento do número de itens. Os produtos mais adquiridos desde a implementação da política são: cartucho de tinta reciclado (41,5%) e toner reciclado para impressora (23,9%), aparelho de ar condicionado (7,5%) e papel reciclado (6,2%). Veículos que utilizam biocombustíveis e copos de amido de milho também integram o cadastro.

Entre os órgãos que mais realizaram processos de compras estão o Ministério da Educação (MEC), com mais de 600 licitações, e os ministérios da Defesa e Justiça, com 283 e 78, respectivamente.

A Instrução Normativa nº 1, que dispõe sobre os critérios de sustentabilidade ambiental na aquisição de bens, contratação de serviços ou obras foi editada em 19 de janeiro de 2010. Com a IN também foi alterado o Catálogo de Materiais (Catmat), para que os itens considerados sustentáveis recebessem essa “chancela”, facilitando o acesso dos compradores a esses produtos.

Prêmio incentiva sustentabilidade

Para incentivar as compras de produtos considerados sustentáveis, o MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) lançou o Prêmio Equipe Sustentável e Edital Sustentável. As inscrições podem ser feitas até 31 de julho , por meio de um formulário, na página virtual do concurso. http://cpsustentaveis.planejamento.gov.br.

Podem participar órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional da União, estados, Distrito Federal e municípios.

Fonte: MPOG

8 de mai de 2012

A 11ª Conferência de Produção mais Limpa- Governança para a Sustentabilidade...




A 11ª Conferência de Produção mais Limpa, teve início em São Paulo , hoje pela Manhã no memorial da America Latina.
Sua abertura foi marcada pelo notável discurso do Vereador Miguel Police Neto , Presidente da Camará Municipal de São Paulo.

Logo Após tivemos o discurso do Secretario Municipal do Verde e Meio Ambiente, Eduardo Jorge; que em seu discurso citou o projeto de planejamento urbano do secretario do Desenvolvimento urbano Miguel Bucalem, e considerou também a iniciativa ao trabalho realizado para Gestão de áreas de riscos.

Eduardo Jorge comentou sobre a necessidade de uma alquimia circular entre as informações e os agentes, sejam estes públicos, privados ou civis.

Logo após o Secretario de Meio Ambiente do Estado, o Deputado Bruno Covas, abreviou os tantos projetos em andamento da casa reverenciando alguns destes, como: A Criação da Comissão Paulista de Biodiversidade, Uma maior flexibilidade sobre os Usos e Necessidades das APP´s, Os primeiros passos para a criação e implantação de uma Logística Reversa, Planos e Zoneamento ecológicos e o convenio firmado com a WWF para o desenvolvimento da Pegada Ecológica do Estado de São Paulo.

Rogério Nogueira (Hardworld Gestão Ambiental/Cades MG ) e Bruno Covas (Secretário do Meio Ambiente do Estado de SP)


Para Tanto estiveram presentes também inúmeras Autoridades como o Prefeito Gilberto Kassab e outras  instituições voltadas as questões sócio ambientais. Algumas aproveitaram o espaço do memorial da America latina para exporem seus trabalhos em forma de apoio a questão e ao evento. Evento este de suma importância para as questões sócio ambientais do Estado. Salvo pela força de vontade e Perseverança no Trabalho realizado pelo ilustre vereador Gilberto Natalini.

Por: Sammy Nogueira