17 de dez de 2009

Politicamente Correta !!! E_BOARD a primeira prancha 100% ecológica

Aproveitando a onda verde que vem quebrando nos sweels de toda midia nacional e internacional (COP15 - vide notícias)... nas ultimas semanas , nos do blog hardworld não poderiamos deixar de usufruir tambem deste grande tema .
Apresentamos a Vocês as... E-BOARDS


e-board, a primeira prancha 100% ecológica no mundo


um produto que veio revolucionar o mercado do surf

A e-board nada mais é do que uma prancha de surf, porém, totalmente ecologicamente correta, fabricada com materiais naturais, livres de emissão de gases ou resíduos que agridem a natureza, especialmente desenvolvidos para aplicação nas pranchas de surf. Estas características faz da e-board ser a primeira prancha ecológica do mundo, certificada pelas maiores empresas ambientais e apoiada pela Osklen Surfing, uma das marcas “beach culture” mais tradicionais do país.

A inovação partiu do engenheiro de materiais Daniel Aranha, ao perceber que cuidar do nosso Planeta não é mais uma tendência, e sim uma necessidade. Surfista desde pequeno e responsável pelo projeto, ele desenvolveu uma resina ecológica a base de água e, é no seu estúdio localizado na Vila Madalena, em São Paulo, que o shaper e designer, cria as e-boards.

O seu trabalho tem o conceito “custom hand made”. Além de o processo ser todo manual e artesanal, o atendimento é personalizado, e, melhor ainda, quando isso pode ser feito sem agredir o meio-ambiente”, comenta. A emissão de gases liberada pelas pranchas tradicionais fabricadas em PU e poliéster é enorme. Todo material usado nas pranchas tradicionais é derivado da extração do petróleo, gerando uma quantidade incalculável de gases liberados de CO2 na natureza.

Já os materiais utilizados na fabricação da e-board não dependem mais da extração de petróleo ou qualquer outra matéria-prima de origem mineral, e são todos orgânicos ou reciclados. Todo processo de fabricação é neutralizado através do programa ‘Carbono Social’, tudo certificado pela CANTORCO2e / GPSA, parceiras do projeto. Por isso, a e-board é considerada a primeira prancha do mundo a receber um selo carbon free.

Matéria-prima da e-board
Resina: especialmente formulada para pranchas, ela possui características mecânicas de resistência e flexibilidade superior as demais do mercado. Não tem cheiro. A sobra do processo de cura – secagem da resina - com o endurecedor é H2O. Resina com filtro de proteção UV para terardar os efeitos causados pelo sol.
Bloco: de EPS (poliestireno expandido) com a vantagem do uso de água para sua expansão e não solvente como os demais. Apenas 2% de sua massa são compostos de poliestireno, os 98% restantes são ar. Sua massa é 100% reciclável.
Longarina: em caixeta ou bambu, ambas têm o certificado de reflorestamento ambiental FSC.
Cor: a pigmentação e coloração da prancha utilizam bases naturais e orgânicas.

Vantagens
Mais leve e resistente, a e-board se diferencia das demais graças ao desenvolvimento de uma resina especial para esse fim. A capacidade de absorção de impactos da e-board é superior, e sua distribuição acontece na maior área possível. Não amarela e nem amassa com a mesma facilidade que as tradicionais. “O processo de envelhecimento do material é tão superior que não consideramos em seu tempo de vida útil o desgaste causado pela exposição ao sol, água salgada e outros agentes”, comenta Aranha, idealizador do projeto. As e-boards podem ser encomendadas em 6 modelos diferentes, entre eles: Pranchinhas, Fishboards e Old School, além dos pranchões Fun, Longboard e Stand Up Paddle.

Um projeto sustentável e social
O objetivo maior deste projeto desenvolvido pelo engenheiro e designer de pranchas de surf, Daniel Aranha, é viabilizar a fabricação de pranchas sem agredir o meio em que vivemos. Atualmente o mundo percebe a necessidade e a importância imediata de um comportamento consciente diante do meio ambiente. Por isso, a expertise hoje em dia, está em quem adapta, transforma ou cria produtos ecologicamente corretos em toda sua cadeia produtiva. Assim surgiu a idéia de desenvolver uma prancha com as mesmas características que as já existentes no mercado, mas com as vantagens de ter um ciclo de produção 100% sustentável. “Todo resíduo gerado na fabricação das pranchas é reciclado e vira material processado para ser incorporado ao asfalto na pavimentação de `vias verdes’, em um projeto inédito no Brasil”, explica Daniel. A e-board é um produto 100% reciclável e livre da ação de poluentes ou resíduos em sua fabricação. Toda cadeia produtiva é livre de sobras e desperdício, reduzindo o uso desnecessário de matéria-prima. Todo gasto gerado e oculto na fabricação da prancha - desde energia elétrica até a entrega da prancha ao cliente via transportadora - também é neutralizado pela CANTORCO2e / GPSA. Além disso, a cadeia produtiva da e-board também pratica os 3R’s, reduzindo, reaproveitando e reciclando o lixo. Quem compra uma e-board, além de ajudar a natureza, incentiva o trabalho social em comunidades carentes, que costuram as e-bags de tecido em lona PVC reciclável, e escolhe um projeto de proteção ambiental no qual a e-board faz uma doação a cada prancha comprada.
Ex.: Proteção dos biomas marinhos pela WWF – Brasil;
Campanha em defesa dos Tubarões pela Sea Shepherd;
Proteção e manutenção das praias e zonas litorâneas pela Surfrider Foundation;



Hoje a e-board é um produto autenticado e certificado pelo Instituto-e, organização não governamental, referência em certificações ambientais e como licenciado a Osklen Surfing. A reciclagem das pranchas e incorporação no asfalto é feita pela Greca Asfaltos e a neutralização de todo processo é feita pela CANTORCO2e / GPSA.

Para mais informações:
Assessoria Surfworks
Maria Carolina Balro
(11) 3031 0949 / 8321 8897
contato@swboards.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário