24 de abr de 2011

O Australiano Parko vence a etapa comemorativa dos 50 anos de Bells Beach e reserva ecologica é fechada para contenção de multidão...

Joel Parkinson vence em Bells. Foto: © ASP / Robertson.



23 de abril – BELLS BEACH, Victoria/Austrália – O australiano Joel Parkinson é o campeão do Rip Curl Pro 2011, segunda etapa do ASP World Tour encerrada neste domingo em Bells Beach, Austrália. Esta foi uma edição especial do evento, que comemora 50 anos de história.

As tradicionais direitas do pico bombaram o dia todo e ofereceram paredes sólidas com até 2,5 metros nas melhores séries, para delírio da multidão que lotou as arquibancadas naturais do pico para assistir uma decisão entre dois australianos.

O público foi tanto, que por volta das 11 horas da manhã o acesso à reserva ecológica estadual "Bells Beach Surfing Reserve" teve que ser fechado pelas autoridades locais, por não suportas mais veículos.

"É incrível! Não só por ter ganho o evento, mas por ser a edição comemorativa de 50 anos, que deixa a conquista muito mais especial e também tivemos altas ondas. Nem me lembro da última vez que Bells quebrou tão bom no campeonato. Estou muito empolgado, nem posso acreditar em tudo isso", comemora o campeão.

Para vencer, Parko derrotou o compatriota Mick Fanning por 18.53 a 13.26 em frente à multidão na final do evento e não deixou dúvidas ao deixá-lo em combinação, precisando trocar duas notas para reverter o resultado.

Para fechar com chave de ouro, o campeão do evento ainda arrumou um belo tubo e na sequência destruiu a parede com expressivas rasgadas, que lhe renderam nota 10, a única do campeonato.

Definitivamente sinto que estou de volta e surfando melhor do que em 2009, antes de contundir meu tornozelo. Estou me sentindo em forma e estou com boas pranchas. Estou muito animado para o resto da temporada", finliza Parko.

Adriano de Souza foi o brasileiro mais bem colocado na prova. O surfista do Guarujá terminou em terceiro lugar, depois de ser eliminado pelo campeão do evento na semifinal.

Com excelentes atuações no decorrer da prova, o guarujaense teve seu ponto alto nas quartas-de-final, quando eliminou o dez vezes campeão mundial Kelly Slater.


"Encontrei meu ritmo na bateria contra o Slater, mas contra o Joel não consegui encontrar nenhuma onda. Me sinto frustrado, porque eu queria tocar o sino, mas estou realmente feliz com meu resultado. Kelly é meu herói e dez vezes campeão mundial. Ele não conseguiu encontrar as ondas e o mesmo aconteceu comigo no round seguinte contra o Parko. Acontece com todos. A próxima prova acontece em casa e espero que os brasileiros estejam orgulhosos com a minha atuação e a do Jadson neste evento", comenta Adriano de Souza.

A próximo parada do ASP World Tour acontece no Brasil, com janela para realização entre os dias 11 e 22 de maio.


Resultado do Rip Curl Bells Beach 2011

1 Joel Parkinson (Aus)

2 Mick Fanning (Aus)

3 Adriano de Souza (Bra)

3 Jordy Smith (Afr)

5 Owen Wright (Aus)

5 Kelly Slater (EUA)

5 Chris Davidson(Aus)

5 Jadson André (Bra)

13 Heitor Alves (Bra)

13 Alejo Muniz (Bra)

25 Gabriel Medina (Bra)

25 Raoni Monteiro (Bra)

Raking do ASP World Tour depois de duas etapas

1 Kelly Slater (EUA) - 15.200 pontos

2 Joel Parkinson (Aus) - 14.000

3 Jordy Smith (Afr) - 13.000

4 Adriano de Souza (Bra) - 10.500

4 Tiago Pires (Bra) - 10.500

7 Taj Burrow (Aus) - 8.500

8 Michel Bourez (Tah) - 8.000

9 Alejo Muniz (Bra) - 6.950

9 Jadson André (Bra) - 6.950

9 Matt Wilkinson (Aus) - 6.950

9 Owen Wright (Aus) - 6.950

19 Heitor Alves (Bra)

33 Raoni Monteiro (Bra)


Fonte texto Fernando Iesca - waves.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário