16 de mai de 2013

Skate no Afeganistão!! Ong procura Volutário para dar aulas de skate...

ONG Skateistan procura voluntário para trabalhar no país entre agosto de 2013 e janeiro de 2014

divulgação
divulgação
A ONG Skateistan vê na prática esportiva uma forma de envolver as crianças em projetos educativos
Ter moradia e alimentação pagas para andar de skate, ajudar crianças e adolescentes a praticarem o esporte e produzir vídeos sobre esta experiência não parece um mau negócio para um skatista. Se tudo isso ainda trouxer a oportunidade de conhecer o Afeganistão, melhor ainda.
Esta é a chance que a ONG internacional Skateistan oferece. A instituição, que une projetos educacionais na capital afegã Kabul à prática do skate, procura um voluntário para trabalhar por seis meses na iniciativa – entre agosto de 2013 e janeiro de 2014. Todos os gastos com a viagem serão pagos.
O escolhido deverá filmar e editar vídeos, fotografar, cuidar do blog e das redes sociais do projeto e ensinar skate. É necessário falar inglês, ter facilidade em comunicação e, é claro, conhecer muito da modalidade esportiva.
divulgação
divulgação
No Afeganistão, as meninas não podem andar de bicicleta, mas de skate, sim. Por isso, o projeto enaltece a participação delas

A ideia do Skateistan é usar o skate como forma de empoderar as crianças do país, que vivem o cotidiano da invasão das tropas americanas desde 2001. Os organizadores do projeto veem no esporte uma possibilidade de envolver a população em programas educacionais e promover uma mudança na vida delas. Uma das características que a ONG destaca é que 40% dos estudantes são meninas. “Elas não podem andar de bicicleta no Afeganistão, mas de skate, podem!”.
Se você não tem a possibilidade de viajar ao país ou não sabe andar de skate, mas ainda assim quer colaborar com o projeto, também é possível fazer voluntariado à distância. Habilidades em web design, administração, entre outras, são bem-vindas pela instituição.
Confira mais informações, em inglês, no site do Skateistan.
fonte skateistan / Catraca Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário