20 de set de 2011

O empreendedorismo e as novidades sustentáveis do primeiro mundo.

Algumas novidades sustentáveis do primeiro mundo.

Quando falamos em sustentabilidade falamos também em educação e comprometimento.
A sociedade Brasileira esta vivenciando hoje a evolução mundial da onda verde. Idéias, projetos, atitudes e soluções adotadas em outros países acabam virando pauta e assunto de moda aqui no Brasil.
 A verdadeira sustentabilidade deve estar focada na interpretação do diagnostico e necessidades do ambiente local.

Tentar adequar situações externas ao ambiente local pode acabar gerando impactos ao invés dos resultados sustentáveis previstos. Para que isto não ocorra é necessário que haja o entendimento sistêmico sobre o meio ambiente a ser trabalhado.
 Quando falamos em educação ambiental associamos a matéria á idade infantil, isto não significa nem postula que a matéria deva ser aplicada apenas aos mais novos... A educação ambiental cabe a todas as idades, cores e culturas.

Partindo deste principio o pessoal lá de Huntington Beach Califórnia –USA, pois a cabeça para funcionar analisou as necessidade locais e desenvolveu um produto verde adequado as necessidades do local.
Para deixar de consumir lenha durante o inverno na Califórnia, foi desenvolvido um tipo de insumo para ser queimado a base de derivados de celulose reciclada (folhas de papel e outros tipos não que não servem para o processo de reciclagem de papel). Este material agregado a parafina e vela recicladas acabam formando um composto com combustão ecologicamente correta.
Alem de ser consumido nas lareiras e fogueiras o produto não emite odor e resíduos de fumaça escura, gerando menos propagação de co2 na atmosfera.

A implementação deste produto no mercado local e uma ação de empreendedorismo sustentável segmentada ao territorialismo.
Isto não significa que a implementação desta mesma ação faça sucesso em outro local.
O engajamento no estudo das variaveis e questões ambientais locais é de suma importancia para o sucesso do projeto.

Mais informações acessem www.earth-log.com
Fotos e texto Rogério Nogueira “Sammy”

Nenhum comentário:

Postar um comentário